Na Itália, Cúpula do G7 tem Papa Francisco e líderes de países emergentes, como Brasil e Índia

  • 14/06/2024
(Foto: Reprodução)
No evento, Lula falou sobre as guerras no mundo e voltou a propor a taxação dos super ricos. Disse que a atual concentração excessiva de poder e de renda representa um risco à democracia. Pela primeira vez Cúpula do G-7 tem a participação do papa O segundo dia de encontro da Cúpula do G7, na Itália, teve a presença do Papa Francisco e de líderes de países emergentes, como o Brasil e a Índia. A manhã foi restrita aos representantes das sete maiores democracias ricas do mundo. A anfitriã, a primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, avaliou que o grupo não é uma fortaleza fechada e precisa aumentar o diálogo com outros países. Imigração é uma questão crucial para a Itália, porque recebe grande parte do fluxo de refugiados africanos. Mas a discussão não envolveu o acolhimento dos imigrantes. O acordo foi para unir esforços contra os traficantes de seres humanos. Depois, Meloni recebeu cada um dos chefes de Estado e de governo de fora do G7 que ela convidou. Entre eles, o presidente Lula. Pela primeira vez na história da cúpula, o líder da Igreja Católica estava presente, e Francisco discursou. Falou sobre a inteligência artificial e ressaltou que a ferramenta deve ajudar o ser humano a aumentar a sua sabedoria e melhorar a sua forma de viver. O Papa Francisco convocou os políticos a criarem leis que estabeleçam uma distinção clara entre o bom e o mau uso da inteligência artificial, e que ela possa ser acessível a todos. Mas ressaltou: a humanidade não tem esperança se depender de máquinas. A inteligência artificial também foi um dos assuntos do discurso do presidente Lula no plenário do G7. Ele também defendeu que seja compartilhada por todos e usada para o desenvolvimento social e econômico, como ferramenta de paz e não de guerra. Voltou a propor a taxação dos super ricos. Disse que a atual concentração excessiva de poder e de renda representa um risco à democracia. O presidente também falou sobre as guerras no mundo. Disse que o Brasil condenou de maneira firme a invasão da Ucrânia pela Rússia, mas que considera que nenhuma das partes vai conseguir atingir seus objetivos por via militar. Sobre Gaza, Lula falou que vemos o legítimo direito de defesa se transformar em vingança e que estamos diante da violação cotidiana do direito humanitário. Na Itália, Cúpula do G7 tem Papa Francisco e líderes de países emergentes, como Brasil e Índia Jornal Nacional/ Reprodução O presidente Lula também se reuniu com o Papa Francisco e com os presidentes da França, Turquia e o primeiro-ministro da Índia. No fim do dia, foi apresentado o documento final do G7 que incluiu um dos pontos mais caros aos Estados Unidos: restrições às práticas comerciais da China, consideradas agressivas e injustas pelo grupo. Um outro tema defendido pelo presidente Joe Biden ficou de fora: o direito ao aborto. O presidente francês, Emmanuel Macron, também não gostou. Disse que, na França, este direito está na Constituição. Mas a anfitriã, Giorgia Meloni, tirou o tema, segundo ela, em respeito ao Papa. A pose para a foto histórica fechou mais um dia do G7 da Puglia.

FONTE: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2024/06/14/na-italia-cupula-do-g7-tem-papa-francisco-e-lideres-de-paises-emergentes-como-brasil-e-india.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes